Patos - PB 16 de junho de 2024

Publicidade

Brasil perde para Croácia nos pênaltis e dá adeus ao sonho do hexa no Catar

A Seleção Brasileira perdeu para a Croácia nos pênaltis neste início de tarde de sexta-feira (9), em partida válida pelas quartas de final da Copa do Mundo 2022. Com gol de Neymar nos acréscimos do primeiro tempo da prorrogação e Bruno Petkovic, no segundo, as seleções foram para as penalidades máximas, que terminou com vitória dos croatas por 4 a 2

Após eliminar a Seleção Brasileira, a Croácia vai esperar o vencedor do confronto entre Holanda e Argentina, que ocorre ainda nesta sexta-feira (9), às 16h. Pela segunda Copa do Mundo seguida, o Brasil não consegue avançar da fase de quartas de final. Em 2018, caiu para a Bélgica.

O jogo

Na primeira etapa, o jogo começou como muitos esperavam: um Brasil mais com a posse de bola e iniciativas maiores para tentar abrir o placar. Mas, desde os primeiros instantes, era nítido como ritmo brasileiro não era o habitual. A Croácia conseguia inibir a velocidade do adversário e se mantinha segura defensivamente.

Com esse cenário, os croatas conseguiam não só anular a Seleção Brasileira, como também tinha espaço para sair em velocidade e se aproximar da meta de Alisson. Eles conseguiam se livrar da marcação pressão brasileira e conseguiam boas jogadas. Apesar do Brasil também conseguir criar oportunidades, mas nenhuma certeira.

No segundo tempo, o início intenso do Brasil iludiu muitos torcedores, porque logo depois abriu mão da marcação pressão, e a Croácia conseguia trocar passes constantemente no campo ofensivo. Para tentar melhorar a situação, Tite realizou algumas substituições.

As entradas de Rodrygo e Antony, ambos pela ponta, um em cada lado, trouxeram novas dinâmicas ao ataque. Esse fator novo complicou a marcação dos croatas, e a sensação do gol brasileiro acontecer apenas crescia. Mas durante os 90 mais acréscimos, a rede não balançou.

Prorrogação e pênaltis

Os gols que não aconteceram em 90 minutos de tempo regulamentar, aconteceram em menos de 30 da prorrogação. Primeiro, Neymar recebeu com liberdade no meio-campo, tabelou com Paquetá na grande área, driblou o goleiro e finalizou alto, abrindo o placar nos acréscimos do primeiro tempo.

A alegria e a festa durou pouco, porque no segundo tempo, antes dos acréscimos, o contra-ataque da Croácia foi fatal, e Mislav Orsic acionou Bruno Petkovic na grande área, que finalizou e contou com o desvio em Marquinhos para enganar Alisson. Os brasileiros tentaram marcar mais um gol, mas o tempo acabou.

Nas penalidades máximas, Vlasic converteu, e Rodrygo perdeu. Depois, Majer e Casemiro acertaram: 2 a 1 para a Croácia. Modric e Pedro também não desperdiçaram. Em seguida, Orsic acertou, mas Marquinhos perdeu: 4 a 2 para a Croácia.

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE