Patos - PB 1 de março de 2024

Publicidade

Central de Transplantes da Paraíba registra quatro doações de órgãos em menos de 20 dias

Em um intervalo de menos de 20 dias a Central de Transplantes da Paraíba registrou quatro doações de múltiplos órgãos no estado. A última ocorreu, nesse sábado (17), no Hospital de Trauma de Campina Grande, onde o doador, de 21 anos, já estava internado vítima de um Acidente Vascular Encefálico Hemorrágico.

O processo teve início após a realização dos três exames exigidos para o fechamento do protocolo de morte encefálica. Para dar sequência, a família passou por uma entrevista com a equipe de psicólogos e assistentes sociais da Central de Transplantes, e a autorização foi concedida.

“A entrevista familiar para doação de órgãos deve ser feita sempre por um profissional capacitado. Porque a família, naturalmente, vai trazer todas dúvidas que ela tiver sobre o processo nesse momento. Então, a presença de um profissional que traga informações claras, precisas e objetivas sobre a doação de órgãos é decisiva para o desfecho dessa entrevista”, esclarece a chefe do Núcleo de Ações Estratégicas da Central de Transplantes, Rafaela Dias.

Foram doados o fígado, os rins e as córneas, todos para receptores paraibanos. O fígado foi destinado a um homem de 53 anos, o rim direito para um paciente de 60 anos e o rim esquerdo para outro homem de 32 anos. As córneas foram levadas para análise no Banco de Olhos para posterior transplante.

“São muitas vidas que a gente consegue salvar quando uma pessoa aceita doar os órgãos dos seus familiares”, complementa Rafaela.

Em 2022, a Paraíba já registrou a realização de 290 transplantes. Foram 238 de córneas, dois de coração, 28 de rins, 19 de fígado e três de medula. Ainda aguardam na fila pela doação de córnea 250 pessoas, três pessoas esperam por um coração, 14 estão aguardam um fígado e 177 esperam um transplante renal.

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE