Patos - PB 25 de fevereiro de 2024

Publicidade

Presidente da FPF defende árbitra: “Mulher tem que ser respeitada”

// Obtém uma referência para o botão de impressão const imprimirBtn = document.getElementById('imprimirBtn');// Adiciona um evento de clique ao botão imprimirBtn.addEventListener('click', function() { window.print(); });
Foto: Reprodução

A presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Michelle Ramalho, se pronunciou, nesta tarde de terça-feira (31), sobre a ofensa do jogador Tiago Bob, do Auto Esporte, à árbitra Ruthyanna Camila. Ela se referiu ao caso como violência psicológica e deu apoio à arbitra de 27 anos.

“Ruthyanna, você tem toda a minha solidariedade, e quero te parabenizar pelo excelente trabalho que você vem realizando juntamente com a FPF. Mulher tem que ser respeitada, e futebol é um processo de inclusão. Nós nâo vamos tolerar, muito menos admitir, atitudes preconceituosas como a que aconteceu ontem”, disse.

“Conte com a gente e tenha a minha solidariedade como presidente da Federação de Futebol e como mulher”, concluiu a presidente Michelle Ramalho.

O atleta do clube da capital paraibana disse, após ser expulso do duelo entre Botafogo-PB e Auto Esporte de ontem (30), que “é nisso que dá botar mulher para apitar”. O Belo venceu a partida por 2 a 0.

MaisPB

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE