Patos - PB 29 de fevereiro de 2024

Publicidade

Padre Fabrício alcança mais de 100 mil seguidores nas redes sociais

// Obtém uma referência para o botão de impressão const imprimirBtn = document.getElementById('imprimirBtn');// Adiciona um evento de clique ao botão imprimirBtn.addEventListener('click', function() { window.print(); });

Foto: Reprodução

A pandemia de covid 19 suscitou profundas mudanças na prática religiosa entre 2020 e 2021. Igrejas e instituições tiveram que se adaptar às restrições impostas pelo momento delicado em vistas a preservação da vida.

Durante este período, a casa de milhares de fiéis tornou-se uma verdadeira igreja doméstica impulsionada  pelas celebrações virtuais presididas por sacerdotes e mediadas pelas pastorais de comunicação.

Nesse contexto emblemático, destaque-se o trabalho evangelizador de Padre Fabrício, Paróquia de Taperoa – Diocese de Patos. Com uma rede que integra Facebook ( 28 mil), Twitter (06 mil) e Instagram ( 66 mil),  o pároco multimídia imprimiu um estilo próprio de ressonância evangélica e hoje arregimanta mais 100 mil seguidores nas respectivas plataformas.

Com a empatia do Pastor que acolhe, provoca e orienta, Padre Fabricio busca em cada mensagem midiatizada, lançar luzes acerca da importância dos exercícios da caridade e esperança em meios aos tensionamentos da contemporaneidade.

Reconhecido pelos fiéis como o “Frei Damião 2.0”, pelo autêntico testemunho profético, carisma genuíno e comprometimento social, Padre Fabrício vê nas mídias digitais, uma ambiência capaz de mobilizar a reafirmação da fé em tempos de relativismo e a construir uma cultura do encontro em meio as divisões que eclodem na sociedade.

Mais do que uma hermenêutica bem enraizada nas dores e realidades humanas, o discurso religioso nas redes sociais exige muita prudência e sensibilidade espiritual, para que a experiência de fé não se torne narcisística ou ancorada numa espécie de ‘selfreligiosidade’. Atrelado a tal questão, Padre Fabrício empenha-se na promoção do resgate do pertencimento comunitário e da missionariedade capazes de romper a esfera da virtualização e tornar-se assim,  efetiva no cotidiano das pessoas.

Na evangelização pós-pandemia, nunca foi tão urgente o convite do Papa Francisco, “ir às periferias existenciais”. Com sua humildade e senso de propósito, Padre Fabrício tem arrastado multidões pra Cristo no coracão do Nordeste. Como bem lembra mais uma vez o Santo Padre, “a comunicação é um serviço capaz de gerar comunhão, paz e inclusão”. Que esses frutos continuem a ecoar por todos os recantos!

MaisPB

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE