Patos - PB 23 de fevereiro de 2024

Publicidade

Operação contra furto de energia recupera quase R$ 90 mil em Patos e outros municípios da região

// Obtém uma referência para o botão de impressão const imprimirBtn = document.getElementById('imprimirBtn');// Adiciona um evento de clique ao botão imprimirBtn.addEventListener('click', function() { window.print(); });
Foto: Reprodução

Uma operação de combate ao furto de energia, realizada entre os dias 31 de janeiro e 2 deste mês, constatou 157 irregularidades em estabelecimentos comerciais e residências nas cidades de Patos, Cacimba de Areia, Passagem, Quixaba, Teixeira, São José do Bomfim, Mãe D’ Água, Condado, Malta, Vista Serrana, Santa Terezinha, Catingueira, Santa Luzia, São Mamede, Várzea e São José do Sabugi. A ação foi coordenada pela Polícia Civil e o Instituto de Polícia Cientifica (IPC) da Paraíba com a Energisa.

Nesse período, foram feitas 517 inspeções. O desvio total estimado foi de 138.556 KWh, o suficiente para atender 1.065 residências durante um mês. Durante a operação, a concessionária conseguiu recuperar 138.556 em energia, totalizando R$ 89.993,21.

De acordo com o Gerente Comercial e de Combate a Perdas, Danillo Lélis, todos os consumidores saem perdendo com as ligações clandestinas. “A rede elétrica é planejada para atender os clientes regulares e cadastrados nos sistemas da companhia, considerando a carga declarada por eles. Com a ligação clandestina, os transformadores ficam sobrecarregados”, ressaltou.

Os furtos de energia também trazem sérias consequências para a segurança da comunidade, como riscos de quedas de energia e choque elétrico. Outra consequência relacionada às ligações clandestinas, é que o governo do estado também deixa de arrecadar o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). “A população perde com isso, uma vez que este valor poderia ser revertido em infraestrutura básica, saúde e educação, por exemplo”, acrescentou Danillo.

Ao encontrar furtos de energia, qualquer pessoa pode denunciar, de forma sigilosa. A Energisa recomenda ligar para o número 0800 083 0196 e informar o endereço. Ao fazer a denúncia, não é preciso se identificar e nem informar qualquer dado cadastral.

Blog do Bruno Lira

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE