Patos - PB 29 de fevereiro de 2024

Publicidade

Advogado de defesa, e o pai de Ruan Macário concedem coletiva de imprensa em João Pessoa

// Obtém uma referência para o botão de impressão const imprimirBtn = document.getElementById('imprimirBtn');// Adiciona um evento de clique ao botão imprimirBtn.addEventListener('click', function() { window.print(); });
Foto: reprodução

Na manhã de ontem, o advogado Genival Veloso de França Filho, que atua na defesa do catoleense Ruan Macário concedeu coletiva de imprensa, em João Pessoa, quando falou publicamente pela primeira vez sobre o caso. Dr. Genival estava acompanhado do empresário Roberto Macário, pai de Ruan, falou aos profissionais de imprensa.

DR. GENIVAL VELOSO A TV CORREIO

Prisão preventiva acelerada

Em suas colocações iniciais, o advogado Genival Veloso justificou porque Ruan Macário esteve foragido. Segundo ele, o fato aconteceu no dia, e 24 horas após, já foi decretada uma prisão preventiva, contra ou em desfavor de Ruan.

“Na minha vida profissional eu não tenho conhecimento, nem aqui na Paraíba, e em outros estados, uma velocidade para se decretar uma prisão preventiva. Entretanto, em outras situações já vistas, a gente percebe que as prisões preventivas têm sido decretadas no curso do processo, e no caso de Ruan foi decretada no dia seguinte ao cometimento daquele fato”, disse o advogado.

Casos iguais, repercussões diferentes

Outro ponto abordado por Dr. Genival foi o estardalhaço feito por parte da mídia. “Notadamente nós vimos que este caso causou tanto frenesi, tanto baraço, e nós vimos que tantos outros casos iguais, parecidos, acontecem quase todos os dias, e não deram e nem se dão a mesma dimensão, o mesmo estardalhaço e o mesmo burburinho desse caso de Ruan”, disse.

https://youtube.com/watch?v=WBuUPdS_vIk%3Frel%3D0

ROBERTO MARTINS A TV CORREIO

Para Roberto Martins, pai de Ruan, todos os direitos do seu filho têm sido violados, até porque ele atende a todos os requisitos para responder em liberdade, haja visto que nós temos vistos vários casos iguais ou piores, antes e depois, e todos estão respondendo em liberdade.

“O que eu tenho visto por parte da mídia, especificamente por um ‘suposto jornalista’ Ruan não têm direito a uma segunda chance, e mais, esse jornalista fez mais de 150 postagem neste caso”, destacou Roberto.

https://youtube.com/watch?v=ieTt3KNFW7k%3Frel%3D0

DR. GENIVAL E ROBERTO AO PORTAL CATOLÉ NEWS

No ano anterior ao ocorrido neste caso, Roberto Martins foi candidato a prefeito de Riacho dos Cavalos, tendo enfrentado adversários com ligação a políticos com forte influência na política do estado. Aproximadamente um ano depois das eleições de 2020, e já se aproximando das eleições de 2022, aconteceu o fatídico acidente de trânsito, que ocasionou toda essa tragédia. Para muitos observadores, no calor dos acontecimentos, alguns políticos teriam se aproveitado da situação, fazendo uso do caso para tirar proveitos eleitoreiros, advindos de uma tragédia.

CATOLÉ NEWS perguntou: vocês tomaram conhecimento se tem políticos por traz de algum jornalista que provocou esse estardalhaço do caso na mídia? Os Senhores acreditam que políticos teriam pago a jornalistas para impulsionar uma repercussão maior na mídia?

DR. GENIVAL – Já que Roberto, pai de Ruan, teria sido candidato a prefeito de Riacho dos Cavalos, esse fato em si seria alimento para os seus adversários políticos, e com certeza nós temos conhecimentos, que por agora não pode ser revelados, que houve ajustes nesse sentido para tentar incitar todo aquele clamor relativo ao fato provocado por Ruan, para que atingisse também por reflexo o seu pai que faz parte de um grupo político daquela região”, disse.

ROBERTO MARTINS – Na região de Catolé do Rocha todos tem conhecimento que parte da mídia transformaram este caso, num caso diferente, chegando a colocar Ruan como o pior bandido da Paraíba, ou seja, um crime de trânsito, a exemplo de outros vários que aconteceram aqui, iguais, menores ou piores que não tem essa importância. Então fica claro, lógico e evidente a mão da politicagem neste caso.

https://youtube.com/watch?v=9reO9OFTuQ8%3Frel%3D0

ROBERTO MARTINS A TV ARAPUAN

Perguntado pelo repórter da TV Arapuan sobre a versão dele sobre o acidente que envolveu seu filho, Roberto Martins enfatizou que todos os direitos de Ruan estão sendo violados. “Meu filho tem todo o direito de responder em liberdade, agente tem visto aí tantos outros casos, antes e depois, e o tratamento está sendo diferente”, disse Martins.

https://youtube.com/watch?v=RHPWCEpE3Xw%3Frel%3D0

Fonte: PORTAL CATOLÉ NEWS

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE