Patos - PB 22 de fevereiro de 2024

Publicidade

Assembleia aprova ‘Moção de Aplausos’ para OAB e conselhos de Medicina e de Medicina Veterinária por campanha a favor dos fogos sem barulho

// Obtém uma referência para o botão de impressão const imprimirBtn = document.getElementById('imprimirBtn');// Adiciona um evento de clique ao botão imprimirBtn.addEventListener('click', function() { window.print(); });
Assessoria – ALPB

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, por unanimidade, na sessão desta terça-feira (14), ‘Moção de Aplausos’ ao Conselho Regional de Medicina Veterinária da Paraíba (CRMV-PB), a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB) e o Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), pela campanha “Brilho sim, barulho não”. A iniciativa foi lançada em 2022 com o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos que os fogos de artifício com barulho causam nos bebês, crianças, idosos, autistas e animais.

A propositura foi do deputado Tovar Correia Lima (PSDB) que destacou a importância dessa campanha que levou informações sobre os riscos e os problemas que o barulho dos fogos de artifício causam nos bebês, crianças, idosos, autistas e animais. Intitulada “Brilho sim, barulho não”, a iniciativa sensibilizou a população e gestores públicos

“Alguns municípios, como a minha Campina Grande, por exemplo, não utilizaram fogos com barulho nas festas de final de ano. Achamos essa campanha super relevante e vamos colaborar para levar informações e até formular uma legislação que trate do tema”, disse o parlamentar. 

Tovar lembra que o barulho é muito nocivo a pessoas com o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), por exemplo, que podem ficar extremamente incomodadas. Elas apresentam uma hipersensibilidade sensorial aos estímulos do ambiente, de forma que elas escutam todos os sons de uma só vez, ocasionando uma sobrecarga a esse sentido e em crises que podem durar dias. 

No caso dos animais, segundo destacou o CRMV-PB, eles ouvem 500 vezes mais alto que os seres humanos e com o barulho dos fogos sofrem tremores, desorientação, problemas cardíacos e até a morte. Os pets também acabam fugindo e até se machucando para tentar fugir do barulho.

Assessoria 

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE