Patos - PB 20 de maio de 2024

Publicidade

Homem morre atropelado, em João Pessoa, ao ser atingido por motorista que fugia da polícia

Carro ficou com a frente destruída após o atropelamento na BR-230, em João Pessoa — Foto: Sílvia Torres/TV Cabo Branco

Um homem identificado como Lindemberg Daniel Neves da Silva, de 29 anos, morreu atropelado na madrugada deste domingo (26) em frente ao Corpo de Bombeiros Militar, no bairro de Jardim Veneza, em João Pessoa. Ele caminhava pelo acostamento da BR-230 quando foi atingido por um carro que trafegava na contramão. O motorista foi preso e a Polícia Civil da Paraíba diz que ele fugia em alta velocidade de uma operação da Polícia Militar que era realizada na área.

O suspeito foi identificado como sendo o empresário Miguel Luiz da Silva Junior, de 29 anos. De acordo com a Polícia Civil, policiais foram até o local de uma festa de rua, nas proximidades das Três Lagoas, averiguar a denúncia de que havia drogas e armas no local. Na operação, Miguel teria fugido, ignorando ordens de parar. Na fuga, ele passou a dirigir pela contramão e acabou atingindo a vítima com violência, que teve morte imediata. O caso aconteceu por volta de 1h45 e outras três pessoas estavam no veículo com o suspeito.

Miguel foi preso em flagrante e levado para a Central de Polícia de João Pessoa. Ele dirigia um carro branco que ficou bastante avariado na parte frontal, onde aconteceu a colisão. Responsável pelo caso, o delegado Fábio Pontes destacou que no veículo foi encontrado garrafas de cerveja consumidas, uma pistola calibre 380 e um simulacro.

O suspeito foi autuado por homicídio com dolo eventual e porte ilegal de armas e se negou a fazer teste de bafômetro, mas o delegado disse que ele aparentava ter consumido bebida alcoólica. Miguel disse ainda que não se lembrava do ocorrido.

O suspeito morava no bairro de Cabo Branco e a vítima era de Bayeux. A família do homem que morreu não quis comentar o caso.

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE