Patos - PB 22 de fevereiro de 2024

Publicidade

Mais de 150 municípios paraibanos estão em situação de emergência por conta de desastres naturais

// Obtém uma referência para o botão de impressão const imprimirBtn = document.getElementById('imprimirBtn');// Adiciona um evento de clique ao botão imprimirBtn.addEventListener('click', function() { window.print(); });
Seca está entre problemas mais frequentes (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O Brasil tem, atualmente, 1.364 municípios com reconhecimento federal de situação de emergência devido a desastres naturais. Com isso, estão aptos a solicitar recursos do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR) para atendimento à população afetada, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura pública danificada. Na Paraíba, 157 municípios foram listados (veja relação no fim da matéria).

A lista também tem cidades dos estados do Amazonas, Pará, Maranhão, Ceará, Piauí, Bahia, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Mato Grosso, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Entre os desastres mais frequentes estão chuvas intensas, alagamentos, inundações, vendavais, estiagem e seca.

Neste ano, o MIDR autorizou o repasse de mais de R$ 155,2 milhões para ações de resposta e reconstrução em vários desses municípios. O ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, explica de que forma os repasses podem ser aplicados.

“Os recursos da Defesa Civil podem ser empregados naquele primeiro momento que acontece o desastre para fazer assistência humanitária, pra dar kits de higiene, alimentação para as pessoas que foram atingidas, que enfrentam as consequências daquele desastre, bem como pra restabelecimento dos serviços essenciais, como, por exemplo, abastecimento de água e desobstrução de vias públicas. Além disso, nós também podemos utilizar o os recursos da Defesa Civil para fazer reconstrução de infraestruturas públicas destruídas pelo desastre ou ainda de habitações destruídas pelo desastre”, ressaltou o ministro Waldez Góes.

Como solicitar recursos federais para ações de defesa civil

Cidades em situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecido pela Defesa Civil Nacional estão aptas a solicitar recursos do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR) para atendimento à população afetada.

As ações envolvem socorro, assistências às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura destruída ou danificada. A solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD).

Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a valor ser liberado.

Municípios da Paraíba listados pelo MIDR

  1. Água Branca
  2. Alcantil
  3. Algodão de Jandaíra
  4. Amparo
  5. Aparecida
  6. Arara
  7. Araruna
  8. Areia
  9. Areial
  10. Aroeiras
  11. Assunção
  12. Bananeiras
  13. Baraúna
  14. Barra de Santa Rosa
  15. Barra de Santana
  16. Barra de São Miguel
  17. Belém do Brejo do Cruz
  18. Bernardino Batista
  19. Boa Ventura
  20. Boa Vista
  21. Bom Sucesso
  22. Bonito de Santa Fé
  23. Boqueirão
  24. Brejo dos Santos
  25. Cabaceiras
  26. Cachoeira dos Índios
  27. Cacimba de Areia
  28. Cacimba de Dentro
  29. Cacimbas
  30. Cajazeiras
  31. Cajazeirinhas
  32. Camalaú
  33. Campina Grande
  34. Caraúbas
  35. Carrapateira
  36. Casserengue
  37. Catolé do Rocha
  38. Caturité
  39. Conceição
  40. Condado
  41. Congo
  42. Coremas
  43. Coxixola
  44. Cubati
  45. Cuité
  46. Curral Velho
  47. Damião
  48. Desterro
  49. Diamante
  50. Dona Inês
  51. Emas
  52. Esperança
  53. Fagundes
  54. Frei Martinho
  55. Gado Bravo
  56. Gurjão
  57. Igaracy
  58. Imaculada
  59. Ingá
  60. Itabaiana
  61. Itaporanga
  62. Jericó
  63. Joca Claudino
  64. Juazeirinho
  65. Junco do Seridó
  66. Juru
  67. Lagoa
  68. Lagoa Seca
  69. Lastro
  70. Livramento
  71. Mãe D`Água
  72. Manaíra
  73. Marizópolis
  74. Massaranduba
  75. Matinhas
  76. Maturéia
  77. Mogeiro
  78. Montadas
  79. Monte Horebe
  80. Monteiro
  81. Mulungu
  82. Natuba
  83. Nazarezinho
  84. Nova Floresta
  85. Nova Olinda
  86. Nova Palmeira
  87. Olho D`Água
  88. Olivedos
  89. Ouro Velho
  90. Parari
  91. Passagem
  92. Patos
  93. Pedra Branca
  94. Pedra Lavrada
  95. Piancó
  96. Picuí
  97. Pocinhos
  98. Poço Dantas
  99. Poço de José de Moura
  100. Pombal
  101. Prata
  102. Princesa Isabel
  103. Puxinanã
  104. Queimadas
  105. Quixabá
  106. Remígio
  107. Riachão
  108. Riacho de Santo Antônio
  109. Riacho dos Cavalos
  110. Salgadinho
  111. Salgado de São Félix
  112. Santa Cecília
  113. Santa Cruz
  114. Santa Helena
  115. Santa Luzia
  116. Santa Teresinha
  117. Santana dos Garrotes
  118. Santo André
  119. São Bentinho
  120. São Bento
  121. São Domingos
  122. São Domingos do Cariri
  123. São Francisco
  124. São João do Cariri
  125. São João do Rio do Peixe
  126. São João do Tigre
  127. São José da Lagoa Tapada
  128. São José de Caiana
  129. São José de Espinharas
  130. São José de Piranhas
  131. São José de Princesa
  132. São José do Bonfim
  133. São José do Brejo do Cruz
  134. São José do Sabugi
  135. São José dos Cordeiros
  136. São Mamede
  137. São Sebastião de Lagoa de Roça
  138. São Sebastião do Umbuzeiro
  139. Seridó
  140. Serra Branca
  141. Serraria
  142. Solânea
  143. Soledade
  144. Sossêgo
  145. Sousa
  146. Sumé
  147. Tacima
  148. Taperoá
  149. Tavares
  150. Teixeira
  151. Tenório
  152. Triunfo
  153. Uiraúna
  154. Umbuzeiro
  155. Várzea
  156. Vieirópolis
  157. Zabelê

Portal Correio

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE