Patos - PB 16 de junho de 2024

Publicidade

Brasil registra entrada recorde de turistas estrangeiros em janeiro de 2023

 

O mundo está voltando a vir para o Brasil”. A frase do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seu perfil no Twitter nesta terça-feira, 7/3, é símbolo de um marco importante registrado no início de 2023. O país computou a entrada de 868.587 estrangeiros registrados pela Polícia Federal como turistas no primeiro mês do ano.
O resultado é histórico comparado com a série dos últimos quatro anos. Os números superam em mais de 100 mil visitantes os dados dos dois últimos anos antes da pandemia de Covid-19, quando foram registrados 756.883 (2019) e 750.457 (2020). Na comparação com janeiro de 2022, o número quase triplicou (275.942).
Durante todo o ano de 2022, segundo informações da Polícia Federal, o Brasil recebeu 2,689 milhões de visitantes estrangeiros, considerando apenas os que entraram registrados como turistas. O número é 55% menor do que o registrado em 2019, quando 4,847 milhões de turistas estrangeiros desembarcaram no país.

“Os dados demonstram de forma enfática como a imagem do país no exterior influencia diretamente a decisão de visitar o nosso país. O fato novo que nos fez sair de um dos piores desempenhos globais e recuperarmos o interesse do turista internacional foi a mudança de governo. O Brasil deixou de ser pária e voltou a ser visto como um país acolhedor, aliado da humanidade, com compromisso com a sustentabilidade ambiental, com os direitos humanos e com a valorização de nossa diversidade”, afirmou o presidente da Embratur, Marcelo Freixo.

A ministra do Turismo, Daniela Carneiro, reforça o tom. Para ela, o número confirma a volta da confiança dos visitantes internacionais no Brasil. “Como diz o presidente Lula, estamos de volta! Estamos de volta com a preservação da Amazônia e dos demais biomas, com um governo que respeita a todos os brasileiros, que dá importância ao povo, à nossa cultura, à igualdade étnica e racial”, destacou.
Turismo pós-pandemia
Em 2022, o Brasil teve um dos piores desempenhos globais em relação ao turismo entre os países que já tinham fronteiras abertas na pós-vacinação do coronavírus. O país ficou atrás da média das nações do continente africano e das Américas, com uma retomada significativamente mais lenta do que a média internacional.

Mesmo com a China, maior emissor mundial de turistas, mantendo medidas restritivas de circulação internacional ao longo do ano passado, o fluxo de turistas no planeta representou 63% dos níveis anteriores à pandemia, segundo dados da Organização Mundial do Turismo (OMT). O Oriente Médio, com 83%, e a Europa, com 80%, são os continentes que tiveram melhor nível de retomada da atividade turística internacional.

Entrada de turistas estrangeiros no Brasil nos últimos cinco anos:

Janeiro 2023: 868.587
Janeiro 2022: 275.942
Janeiro 2021: 52.259
Janeiro 2020: 750.457
Janeiro 2019: 756.883

Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE