Patos - PB 23 de junho de 2024

Publicidade

Como está Preta Gil? Com câncer, cantora chega à metade da quimioterapia e revela próximos passos contra doença

Foto: reprodução

 

A cantora Preta Gil abriu seu coração em uma conversa com fãs, revelou detalhes de sua rotina e tirou dúvidas a respeito do processo de quimioterapia que vem passando.

Em janeiro deste ano, a cantora Preta Gil revelou que vem travando uma dura batalha contra um câncer no intestino e, desde então, atualiza os fãs quase diariamente sobre o seu estado de saúde e procedimentos que vem passando para o tratamento, como a quimioterapia.

Tendo ficado de fora do Carnaval, uma das suas festas favoritas, por causa da doença, Preta Gil recebeu uma homenagem emocionante de Ivete Sangalo e desabafou sobre a sua ausência nos trios e blocos pelo país. Dessa forma, como permanece em repouso na sua casa, a cantora vem interagindo sempre com os fãs nas redes sociais.

Neste sábado (04), Preta Gil respondeu a diversas perguntas de seus seguidores. Questionada sobre o que mais sente falta, a artista foi clara: “Sinto falta da minha rotina de trabalho, sou uma mulher hiperativa. Estava no auge da minha produtividade e ficar em casa está sendo um desafio, mas também um aprendizado”.

Preta sempre faz questão de mostrar para todos o quanto é grata pela sua vida e pelos bons momentos que passa, mesmo lutando contra o câncer. Dessa forma, ela revelou a primeira coisa que faz ao acordar:

“Agradeço a Deus por eu estar viva, por eu ter oportunidade de me tratar, por eu ter rede de apoio, amor, fé, Deus no coração, meus orixás. Só agradeço. Isso vai passar”, disse.

PRETA GIL DETALHA TRATAMENTO CONTRA O CÂNCER
A cantora, que é filha de Gilberto Gil , aproveitou a ocasião para dar novos detalhes sobre as sessões de quimioterapia que vem passando desde que descobriu a doença, como parte do seu tratamento:

“Demorei pouco tempo para começar, porque em sete dias eu já estava com o meu diagnóstico completo, imagens, laudos, todos os exames. Comecei o tratamento, depois que eu passei mal, em 12 dias, e já estou aí há dois meses”, disse a cantora, que ainda continuou explicando o motivo de passar pelo procedimento internado:

“É uma opção minha, muita gente pode ir com a bombinha para casa, mas prefiro fazer no hospital por conta dos enjoos, tonturas, me sinto mais segura. Então fico três dias no hospital, doze em casa, e volto ao hospital”, desabafou Preta Gil.

purepeople

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE