Patos - PB 26 de fevereiro de 2024

Publicidade

Novo PAC vai ampliar o acesso à internet banda larga em todas as regiões do Brasil

// Obtém uma referência para o botão de impressão const imprimirBtn = document.getElementById('imprimirBtn');// Adiciona um evento de clique ao botão imprimirBtn.addEventListener('click', function() { window.print(); });

 

Com investimento de R$ 1,9 bilhão, o Novo PAC vai construir e ampliar 28 infovias pelo Brasil, sendo 18 estaduais, 8 regionais e 2 nacionais. Conhecidas como estradas digitais, as Infovias irão ampliar a capacidade de tráfego de dados e expandir a disponibilidade de banda larga, especialmente nas Regiões Norte e Nordeste.
Para o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, prover conectividade universal para todos dentro dos próximos anos é um compromisso assumido pelo Governo Federal. “Estamos fazendo investimentos expressivos com enorme progresso em relação a essa meta. Só na Região Norte entregamos duas Infovias e outras seis estão em andamento. Com o Novo PAC, vamos acelerar a construção de toda essa infraestrutura que irá transformar a realidade de milhões de brasileiros”, explica o ministro.
O investimento será dividido em R$ 1,6 bilhão para Infovias regionais e estaduais; R$ 200 milhões para a seleção de novas Infovias no Norte e Nordeste​​​; e R$ 100 milhões para Infovias nacionais voltadas para educação e pesquisa. Os recursos são provenientes do Orçamento Geral da União dos ministérios das Comunicações e da Ciência, Tecnologia e Inovações, do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e do Leilão do 5G.
As Infovias permitem a troca de informações de maneira rápida e eficiente entre pessoas e sistemas em diferentes localidades. Assim, elas irão impulsionar a conexão de equipamentos públicos, como instituições de pesquisa, hospitais e iniciativa privada, além de impulsionar o mercado de provedores locais, fomentando o crescimento econômico e a inovação em pequenas localidades.
NORTE CONECTADO – O Programa Norte Conectado irá disponibilizar oito Infovias submersas nos leitos dos rios amazônicos, beneficiando cerca de 10 milhões de brasileiros em 59 municípios dos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima. Cada um dos municípios por onde passa a Infovia terá um Data Center Modular – onde os 24 pares de fibra estarão disponíveis para o uso do governo e das operadoras – e uma Rede Metropolitana para levar conectividade às escolas municipais, unidades de saúde, praças e demais equipamentos públicos.
A Infovia 00 foi a primeira a ser entregue e já está em operação. Ela liga Macapá (AP) a Alenquer (PA) por meio de 800 quilômetros de extensão, beneficiando também os municípios paraenses de Almeirim, Monte Alegre e Santarém. A conexão banda larga já chegou a 50 escolas públicas, sendo 10 escolas em cada uma das cidades conectadas pela Infovia.
A Infovia 01, que liga Santarém (PA) a Manaus (AM), também foi inaugurada e está levando conectividade aos municípios de Curuá, Óbidos, Oriximiná, Juruti e Terra Santa, no Pará; e Parintins, Urucurituba, Itacoatiara e Autazes, no Amazonas. São 1,1 mil quilômetros de cabos de fibra óptica, beneficiando 3 milhões de brasileiros com internet de altíssima velocidade.
As próximas a serem entregues são as Infovias 02, 03 e 04. O trecho da Infovia 02 possui 1.206 km de extensão interligando as cidades amazonenses de Tefé e Atalaia do Norte. Pelo caminho, os municípios de Alvarães, Uarini, Fonte Boa, Jutaí, Tonantins, Santo Antônio do Içá, Amaturá, São Paulo de Olivença, Tabatinga, Benjamin Constant, todos localizados no Estado do Amazonas, também serão beneficiados.
A Infovia 03, com 624 quilômetros de extensão, interligará Macapá (AP) a Belém (PA), passando pelo municípios de Ponta de Pedra, São Sebastião da Boa Vista, Curralinho, Bagre, Breves, e Afuá, todos no estado do Pará. Já a Infovia 04 irá beneficiar a população que vive entre as cidades de Vila de Moura (AM) e Boa Vista (RR). Serão 515 quilômetros de cabo conectando os municípios de Santa Maria do Boiaçu, Caracaraí, Iracema e Mucajaí, localizados no estado de Roraima.
NORDESTE CONECTADO – O Programa Nordeste Conectado é uma parceria do Ministério das Comunicações com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que tem a finalidade de promover a expansão e interiorização da ciberinfraestrutura de telecomunicações na Região Nordeste. Serão implantados equipamentos para promover o tráfego de dados ao longo da rede de fibra óptica da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (CHESF) com uma taxa de transmissão de dados de até 100 Gbps.
As infovias irão beneficiar 20 municípios de cinco estados do Nordeste com Redes Metropolitanas para conectar 473 escolas urbanas, estaduais e municipais; 62 instituições de ensino superior e pesquisa; praças públicas; e redes de transporte de longa distância. Além de usufruir de uma rede de altíssima velocidade, as universidades federais, institutos federais e unidades de pesquisa, serão conectadas a outras instituições no Brasil e no mundo.
Os municípios beneficiados com as infovias são Paulo Afonso, Juazeiro, Barreiras, Irecê, Santo Antônio de Jesus e Feira de Santana, na Bahia; Crateús, Iguatu, Juazeiro do Norte, Quixadá, Crato e Redenção, no Ceará; Caicó e Mossoró, no Rio Grande do Norte; Campina Grande, na Paraíba; Caruaru, Petrolina, Serra Talhada e Vitória de Santo Antão, em Pernambuco; e Parnaíba, no Piauí.

 

Ascom MCom
Assessoria Especial de Comunicação Social

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE