Patos - PB 25 de fevereiro de 2024

Publicidade

Operação prende seis pessoas acusadas de sonegação na Paraíba; esquema investigado causou prejuízo de R$ 25 milhões

// Obtém uma referência para o botão de impressão const imprimirBtn = document.getElementById('imprimirBtn');// Adiciona um evento de clique ao botão imprimirBtn.addEventListener('click', function() { window.print(); });

 

Foi deflagrada na manhã desta terça-feira (10) uma operação com objetivo de desarticular uma organização crimiosa formada por empresários e colaboradores para um esquema de sonegação fiscal, que ocasionou um prejuízo de R$ 25 milhões aos cofres da Paraíba. A informação foi detalhada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal da Paraíba (Gaesf), responsável pela operação, denominada “Operação Sertaneja”.

O ClickPB apurou que até o momento foram presas seis pessoas e cumpridos dez mandados de busca e apreensão, bloqueios de contas e sequestro de bens dos investigados nas cidades de São José do Sabugi, Santa Luzia e Campina Grande.

Somadas, as penas dos crimes investigados podem chegar a 25 anos de reclusão

De acordo com a investigação, além da subtração de recursos que poderiam ser aplicados em políticas públicas em favor da população, os delitos praticados pelo grupo vinham produzindo desequilíbrio econômico, garantindo uma vantagem competitiva desleal no mercado,.

“O grupo utilizava o CNPJ de uma empresa interposta para realizar transações comerciais, a fim de se eximir de suas obrigações fiscais, havendo indícios, ainda, de prática de lavagem de dinheiro por integrantes do grupo” detalhou a equipe responsável pela operação, em nota à imprensa.

O Gaesf é composto pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), pela Secretaria da Fazenda (Sefaz), ,pela Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds) e pela Procuradoria Geral do
Estado (PGE). Veja imagens da operação, divulgadas pelo Gaesf:

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE