Patos - PB 1 de março de 2024

Publicidade

Deputada Francisca Motta reivindica ao Estado, Escritório Social no Sertão

// Obtém uma referência para o botão de impressão const imprimirBtn = document.getElementById('imprimirBtn');// Adiciona um evento de clique ao botão imprimirBtn.addEventListener('click', function() { window.print(); });

 

A deputada estadual Francisca Motta (Republicanos) voltou a utilizar a tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba, para cobrar ações e serviços que beneficiam o Sertão, através de Políticas de Estado para crianças, adolescentes, deficientes e pessoas privadas de liberdade.

Na manhã desta quarta-feira (11), a parlamentar pediu celeridade da Secretaria de Desenvolvimento Humano do Estado, na implantação do Centro de Atendimento ao Autista (CAA), que irá referenciar uma população de mais de 250 mil habitantes, na Região Metropolitana de Patos.

“O Termo de Cooperação entre a Prefeitura de Patos e o Governo do Estado, foi publicado no Diário Oficial, no dia 30 de junho; a cidade já recebeu a visita de técnicos, e a população autista, juntamente com suas famílias, esperam ansiosas pela inauguração deste centro, que já possui recursos em conta”, reivindicou a parlamentar.

Entre os serviços que devem ser disponibilizados estão à estimulação precoce; terapias sensoriais e ocupacionais; atividades comunicativas, comportamentais, cognitivas, motoras e esportivas. “É urgente garantir mais oportunidade, e qualidade de vida para sertanejos autistas, e suas famílias”, defendeu.

Escritório Social

Diante do interesse do Município de Patos, em receber um Escritório Social, do Tribunal de Justiça da Paraíba, e da Confederação Nacional de Justiça (CJN), com a finalidade de preparar egressos do sistema prisional, para o convívio em liberdade civil; a deputada Francisca Motta, antecipou que o seu mandato irá oficializar à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano, em busca de parceria.

“Irei encaminhar, ainda hoje, um ofício destinado à Secretaria de Desenvolvimento Humano, solicitando apoio para que a cidade receba este serviço. Temos dois grandes presídios regionais, com uma considerável população privada de liberdade, e que precisa de metodologias da própria justiça, para oferecer atenção a este público e suas famílias, no processo de ressocialização”, confirmou.

Delegacia da Infância e Juventude

A deputada Francisca Motta reforçou ainda, a necessidade da instalação de uma Delegacia da Infância e Juventude no Sertão, para o combate ao abuso e à violação de direitos de crianças e adolescentes, entre outros serviços.

“Tivemos recentemente, uma eleição de conselheiros tutelares; imaginem se os conselheiros eleitos pudessem contar com a força de um equipamento como este, com escuta especializada e depoimento especial, para fortalecer a política de proteção prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente”, alertou.

A parlamentar reiterou que a ausência de um equipamento como este, acaba prejudicando a realização de ocorrências, permitindo o ciclo da violência e dos maus-tratos, contra crianças e adolescentes.

Assessoria

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE