Patos - PB 18 de abril de 2024

Publicidade

Paraíba ultrapassa 6 mil casos prováveis de dengue

Paraíba tem cerca de 6.259 casos prováveis de dengue registrados no primeiro trimestre deste ano. Os números foram divulgados segunda-feira (1º), através de um balanço realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Ainda segundo os dados, foram contabilizados 741 casos prováveis de chikungunya e 86 casos prováveis de zika.

Segundo o balanço, esses números representam uma média diária de 77,86 casos prováveis de arboviroses por dia.

De acordo com a SES, há o registro de 83 casos de arboviroses com sinais de alarme e gravidade. A maioria dos pacientes (62) é residente em João Pessoa, mas também foram notificadas situações em Aguiar (1), Alhandra (1); Araçagi (1); Bayeux (1); Boa Ventura (1); Cabaceiras (1), Camalaú (1), Campina Grande (3), Conde (2), Diamante (1) Guarabira (3), Pombal (1); Santa Rita (1) e Sousa (3).

Levantamento feito nos 223 municípios da Paraíba mostra que 166 (74,4% do estado) está em situação de alerta ou risco para ocorrência de arboviroses. Nos outros 57 (25,6%) a situação é classificada como satisfatória.

Mortes
Ao todo, cinco pessoas morreram vítimas de arboviroses na Paraíba em 2024, sendo três por dengue e duas por chikungunya. Além disso, outras quatro mortes estão sob investigação, nos municípios de Cabedelo, Campina Grande, Caldas Brandão e Araçagi.

 

Vítimas da dengue

1) Camalaú – 24 anos, sexo feminino, com exame IGM + Dengue.

2) Conde – 42 anos, sexo feminino; com exame IGM + Dengue.

3) Campina Grande – 60 anos, sexo masculino, com exame IGM + Dengue

Vítimas da chikungunya

1) Sapé – sexo masculino, 57 anos de idade, com exame IGM + para Chikungunya.

2) João Pessoa – sexo feminino, 01 ano e 04 meses de idade, com exame IGM + para Chikungunya.

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE