Patos - PB 18 de julho de 2024

Publicidade

Autorização eletrônica por cartórios desburocratizará a doação de órgãos na Paraíba

 

A solenidade de lançamento da Autorização Eletrônica de Doação de Órgãos (AEDO) esta semana, em Brasília, foi prestigiada pelo novo presidente do Colégio Notarial do Brasil, Seção São Paulo (CNB/SP), André Toledo.

A iniciativa faz parte da campanha “Um só coração: seja vida na vida de alguém”, para a divulgação da formalização digital desse ato nobre, sem custos, pelo site www.aedo.org.br. O documento do registro da permissão para a doação de órgãos documento fica acessível para o Sistema Nacional de Transplantes via CPF do doador falecido.

“O ato simbolizou um avanço significativo, pois agora as mais de 40 mil pessoas que esperam por um transplante de órgãos no Brasil têm a possibilidade de registrar seu consentimento para doação de forma digital, através de qualquer Cartório de Notas do país”, afirmou Toledo, que esteve ao lado do ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Supremo Tribunal Federal.

Ferramenta essencial

André Toledo, que assumiu a presidência do CNB/SP em 12 de março, tem diante de si a tarefa de mobilizar os notários de São Paulo a promover e divulgar a doação de órgãos. Com 988 Cartórios habilitados, a plataforma digital do e-Notariado é uma ferramenta essencial nesse processo, facilitando a realização de todos os serviços notariais de maneira online. Toledo, paraibano e titular do 19º Tabelionato de Notas de São Paulo, foi eleito por aclamação para liderar a entidade no biênio 2024-2025, refletindo seu compromisso e dedicação ao setor.

Paraibano que eleva o nome do estado

Formado pela Universidade Federal do Estado da Paraíba (UFPB), Toledo passou no concurso público para titular de Cartório em 2015, promovido pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP). Com um currículo impressionante, incluindo um mestrado em Direito pela Unimar e um doutorado em andamento pela Fadisp, preside também a Comissão de Direito Notarial e Registral do Instituto Brasileiro de Direito Imobiliário (Ibradim).

CNB/SP e pioneirismo histórico

A entidade fundada em 1951, é pioneira na representação dos notários no Brasil. Com o objetivo de fomentar a integração dos notários com a sociedade, o Poder Público e entidades privadas, o CNB/SP desenvolve atividades para apoiar, aprimorar e valorizar os serviços notariais, garantindo a segurança jurídica nas relações sociais e econômicas. Atualmente, congrega mais de 730 Tabeliães de Notas, solidificando seu papel fundamental na estrutura social e jurídica do país.

Compartile:

Tags:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE